Você está aqui: Página Inicial Notícias Programas e editais da Fapesb disponibilizam R$ 41 milhões

Programas e editais da Fapesb disponibilizam R$ 41 milhões

Pesquisadores, estudantes, professores doutores, pós-graduandos, inventores independentes, empreendedores, micro e pequenos empresários podem colocar no papel suas idéias e inscrever seus projetos científicos, tecnológicos e de inovação nos editais e programas da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (Fapesb). O órgão, vinculado à Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), encontra-se com seis linhas de incentivo em aberto, que disponibilizam um total de R$ 41 milhões para a pesquisa no estado.

“Nossa atuação é focada no apoio à pesquisa em todos os níveis, estimulando desde a iniciação científica de estudantes do ensino médio ao ingresso de doutores experientes nas instituições de ensino e pesquisa baianas. Também promovemos o intercâmbio entre pesquisadores locais e de outros estados e países. Temos ainda a vertente de incentivo à competitividade e diversificação da economia, estimulando a pesquisa em empreendimentos solidários e empresas de menor porte. O objetivo é a geração de trabalho e renda e contribuir para a redução das desigualdades sociais. Apostamos na pesquisa como mecanismo de proporcionar desenvolvimento sustentável em nosso estado”, observa a diretora-geral da Fapesb, Dora Leal.

Integrante do macro-programa governamental Bahia Inovação, o Programa Juro Zero tem a finalidade de apoiar o desenvolvimento de projetos de inovação tecnológica nas micro e pequenas empresas baianas, com faturamento anual entre R$ 333 mil e R$ 10 milhões. Coordenado pela Fapesb, em consórcio com a Secti, o SEBRAE/BA e o Desenbahia, o Programa Juro Zero disponibiliza recursos através de convênio com a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), vinculada ao Ministério de Ciência e Tecnologia.

Os empréstimos são concedidos no valor de até 30% do faturamento da empresa, com limite de R$ 900 mil. Os recursos são reembolsáveis em até 100 parcelas mensais sem juros, contadas a partir do 30º de assinatura do contrato, e poderão ser aplicados somente em despesas correntes e aquisição de equipamentos. A apresentação de propostas à Fapesb é realizada em fluxo contínuo até que o montante de recursos oferecidos se esgote. Do total de R$ 20 milhões garantidos, já foram investidos R$ 3,2 milhões em seis projetos, restando ainda R$ 16,8 milhões para o financiamento.

Projetos de pesquisadores de alto nível de produtividade científica atuantes na Bahia podem concorrer a R$ 15 milhões através do edital do Programa de Apoio a Núcleos de Excelência (Pronex), cujas inscrições prosseguem até 1º de setembro. Os recursos oriundos da Fapesb e Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) representam o maior investimento já feito na Bahia para este tipo de incentivo. O objetivo é consolidar grupos de pesquisa de ponta nas instituições baianas.
22/08/2009

Ações do documento
Share |