Você está aqui: Página Inicial Notícias Lei Catarinense de Inovação aguarda regulamentação do Governo do Estado

Lei Catarinense de Inovação aguarda regulamentação do Governo do Estado

Sancionada pelo governador de Santa Catarina em 15 de janeiro, a Lei Catarinense de Inovação aguarda regulamentação para que empresas de todo o Estado possam ter acessos aos benefícios da nova legislação. No próximo dia 11 de março, a lei será apresentada em Florianópolis para empresários do segmento de tecnologia

A regulamentação da lei que incentiva a promoção da inovação nas empresas catarinenses, com o apoio de centros de pesquisa e universidades, é apontada por lideranças empresariais do setor de tecnologia como prioridade na pauta de negociação com o governo estadual. Há duas semanas, presidentes de entidades representativas do setor se reuniram com o professor Diomário Queiroz, presidente da Fundação de Apoio à Pesquisa Científica e Tecnológica do Estado de Santa Catarina (FAPESC). Além de discutirem alguns benefícios da lei, os participantes do encontro decidiram criar um grupo de trabalho com o objetivo de agilizar sua regulamentação -a ser realizada em até 120 dias após sua sanção, ou seja, até o dia 15 de maio.

Além disso, o presidente do Conselho de Entidades de Tecnologia da Informação e Comunicação de Santa Catarina (CETIC-SC) e da Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia (ACATE), Alexandre d´Avila da Cunha, formalizou o convite para que o professor Diomário Queiroz apresente no evento Almoço com Empreendedores, da Associação de Usuários de Informática e Telecomunicações de Santa Catarina (SUCESU-SC) os principais benefícios da lei para as empresas catarinenses de TI. O convite foi reforçado pelo presidente da SUCESU-SC, Heitor Blum S.Thiago, por Moacir Antônio Marafon, presidente do Sindicato das Empresas de Informática e Processamento de Dados da Grande Florianópolis (SEPD) e pela diretora executiva da ACATE, Jamile Sabatini Marques.

Para o presidente do CETIC-SC, a participação do Estado em fundos de aval, garantia ou de investimentos, um dos grandes diferenciais da lei catarinense, é uma das principais conquistas. "Estes fundos devem viabilizar novos projetos para o Estado, sendo um dos aspectos mais importantes desta lei para a iniciativa privada. A participação econômica de um pesquisador público nos ganhos resultantes de contratos de pesquisa por instituições científicas e tecnológicas do Estado também é uma vitória para o setor", aponta Alexandre d´Avila da Cunha. A lei prevê ainda, além do estímulo à inovação, a criação do Sistema Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação de Santa Catarina, que será responsável por articular as políticas de incentivo a esta área e a implantação de núcleos de inovação tecnológica nas empresas e instituições.

A obrigação do governo em destinar 2% das receitas líquidas do Estado para a FAPESC e EPAGRI (Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina), com o objetivo de exatamente fomentar a pesquisa científica, tecnológica e agropecuária, é também lembrada como uma conquista. Os 2% já eram uma determinação da constituição do Estado, no artigo 183, mas que encontrava dificuldades de ser implementada por não definir o destino dos recursos.

União entre governo, setor produtivo e universidade
O professor Diomário Queiroz manifestou aos presidentes das entidades sua satisfação pela sanção da lei e sua futura regulamentação e principalmente pelo apoio dos três segmentos que fortalecem a inovação: governamental, acadêmico e empresarial. "No evento de lançamento da lei, os três setores estavam muito bem representados. Acredito esta ser a única maneira de romper as barreiras e às amarras que ainda existem para promover a inovação - o trabalho conjunto entre as três áreas", destacou o presidente da FAPESC.

Almoço com Empreendedores
Empresários do setor de tecnologia terão mais uma oportunidade de conferirem quais serão os mecanismos que irão os auxiliar a promover inovação em suas empresas. No dia 11 de março, SUCESU-SC e CETIC-SC promovem o já tradicional Almoço com Empreendedores, evento que reúne periodicamente  os empresários nas cidades de Joinville, Florianópolis e Blumenau para tratar de assuntos de interesse do segmento, além de promover networking.

O almoço será por adesão, no Restaurante Lindacap, em Florianópolis. A presença pode ser confirmada pelo e-mail [email protected] ou pelo telefone (48) 3222 1344



Segs - Fonte ou Autoria é : Rodrigo Lóssio  
03-mar-2008

Ações do documento
Share |